Home » Notícias

Atualizado em 25/05/2012 às 14:14

Demanda aquecida garante mais um ano de bons negócios ao Megaleilão da Estância Bahia

O circuito de vendas do megaleilão é o maior evento da pecuária mundial. Apenas neste ano, comercializou - em três etapas - nada menos que 71.818 mil bovinos, entre bezerros, novilhas, vacas garrotes e, principalmente, bois erados, que representaram uma grande fatia da oferta.


 Até o fim do ano, o estado do Mato Grosso deve mandar para o abate mais de 900 mil bovinos confinados, segundo a Acrimat. Fatores como clima e degradação de pastagem, impulsionaram a técnica em todo território e o surgimento de grandes empreendimentos especializados. Os resultados do Megaleilão 10.012 da Estância Bahia, evento encerrado em 19 de maio, na capital do estado, Cuiabá, que reuniu os maiores confinadores do Brasil, confirmam esta tendência.

O circuito  de vendas do megaleilão é o maior evento da pecuária mundial. Apenas neste ano, comercializou - em três etapas - nada menos que 71.818 mil bovinos, entre bezerros, novilhas, vacas garrotes e, principalmente, bois erados, que representaram uma grande fatia da oferta. A estimativa da promotora, o Grupo Estância Bahia, aponta aumento em volume de animais e faturamento. "Mesmo em um momento de certa calmaria no mercado da pecuária e das incertezas na economia global, os pregões movimentaram mais de R$ 60 milhões, acréscimo de quase 10% em movimentação financeira e 12% em volume de animais", informa o proprietário Maurício Tonhá.

Em um passado recente, os megaleilões eram fontes "inesgotáveis" de bezerros, entretanto, com o mercado apontando novas diretrizes, as vendas foram ajustada para as novas demandas. "Não somos nós que temos de imaginar um mercado para atender, precisamos é ter capacidade de suprir as demandas que surgem", argumenta.

A primeira etapa, em 21 de abril, na cidade de Água Boa (MT), deu início aos negócios. Das 40.941 cabeças vendidas, 30.869 eram machos. Os 188 lotes foram disputados lance a lance, gerando receita de R$ 34.586.448,00. O volume de unidades comercializadas garantiu outro recorde, com 230 unidades a mais que a edição passada, porém, questões pontuais de mercado ocasionaram uma pequena redução de 6% no faturamento. O empresário avalia que o preço da arroba do boi gordo esteve 10% mais baixo em comparação ao mesmo período de 2011, mas ressalta que na conversão com o cenário atual, registrou-se uma valorização, com médias acima do mercado.

Maior confinador do Brasil, com mais de um milhão de animais abatidos no ano passado, Goiás sediou, em 13 de maio, a segunda etapa com um grande volume de produtos para terminação,  entre as sete mil cabeças comercializadas em parceria com a Associação dos Produtores do Vale do Araguaia (Aprova). "Recebemos mais de mil pecuaristas na cidade de Britânia e os preços registrados condizem com o mercado", assinala Marcelo Marcondes, presidente da entidade. Os machos foram negociados à média de R$ 986,98 e as fêmeas à R$ 606,00.

Em Cuiabá, ficou ainda mais evidente a participação desse perfil de investidor. Cerca de 50 fazendas reuniram 24.035 animais, dos quais 18.856 eram machos. As  média foram as mais altas, R$ 927,00 para os machos e R$ 676,00, encerrado o circuito com faturamento de R$ 19.914.197,68. "Os investimentos dos confinadores também demonstram que a integração entre a produção de grãos e de carne será o grande boom da pecuária mato-grossense, principalmente agora com o novo código florestal em votação e as leis ambientais cada vez mais rígidas. A técnica certamente permitirá um crescimento contínuo da produtividade pecuária sem a necessidade de abertura de novas áreas", argumenta o organizador, Guilherme Tonhá,  gerente-administrativo do Grupo Estância Bahia.

A empresa já começa traçar os próximos megaleilões, que continuam agendados para os meses  de abril e maio em 2013. Como de praxe, o compromisso será vender, no mínimo, 10.013 animais em cada leilão do circuito, mas o profissionalismo, a dedicação e a confiança dos clientes que compram e vendem podem garantir números ainda mais elevados. Em 21 anos de participação no mercado, a Estância Bahia já comercializou mais de dois milhões de animais, 441.743 só em seus megaleiões.

Informações:             (65) 2121-6700       ou             (66) 3468-6600      

www.estanchabahia.com.br



Compartilhe:


Mais sobre Notícias:



Páginas: 123


Home | A Região | Aprova | Projetos | Eventos | Associados | Notícias | Artigos | Classificados | Galeria de fotos | Vídeos | Parceiros | Fale Conosco
   © 2018 - Associação dos Produtores do Vale do Araguaia | Todos os direitos Reservados. Produzido por Web Criações