Home » Artigos

Atualizado em 24/01/2014 às 09:09

NOTÍCIAS DO FRONT - "Boi em queda. Queda? Ou escorregão?"

Por Rodrigo Albuquerque em 20 de janeiro de 2014


 NOTÍCIAS DO FRONT

A pecuária Goiana e Brasileira em uma visão de curto, médio e longo prazo, escrita por quem a vive e precisa de repostas imediatas (Edição de 19/JAN/14 a 25/JAN/14)

Companheiros de farda do exército do Front Bovino,

E agora, todo mundo de volta, até os que esticaram mais as festividades de final de ano já estão no “batente”. E começamos verdadeiramente o ano com o boi gordo em queda. Mas queda mesmo? Vamos ver abaixo.

1)      COMO ESTÁ O NOSSO TETO (SP/MS)?

Começamos a semana passada em R$ 113,99 av (variação de R$ 112,50 a R$ 116) e terminamos com R$ 113,44 av (de R$ 111,50 a R$116).

Portanto, foi uma quedinha e não uma queda, de aproximadamente R$ 0,50/@, tanto é verdade que a máxima foi mantida.

O que houve foi uma diferença muito grande entre os preços pagos pelos frigoríficos menores e os maiores, que chegou até R$ 4 – R$ 5/@. Talvez seja isto que explique ao menos um pouco a variação diária do indicador muito grande, maior até que o próprio mercado futuro.

As escalas estão entre 4 e 8 dias de abate, com algumas indústrias ainda para dentro da semana, sendo a maioria entre os dias 22 a 27/jan. Na semana passada foi reportado uma oferta melhor, mas esta semana de quarta para frente, o padrão de oferta despencou.

No MS, as escalas estão muito próximas ao citado para SP e preços na faixa de R$ 107 av x R$ 108 ap.

Porém, em números frios, esta é a segunda semana de queda do ano, o que nos permite manter o status do BEEFRADAR em: “estabilidade(55%)/queda leve (45%)”.

2)      E AQUI, NA TERRA DO PEQUI?

Em termos de escalas, a situação se inverteu e agora o estado apresenta escalas mais folgadas que a nossa referência (estado de SP), estando a maioria das indústrias entre os dias 27 a 29/jan.

Isto fez os preços relaxarem um pouco, apontando agora para o R$ 102av x R$ 104ap, com ágio EU adicional de +R$ 2/@. Há indústrias com o balcão R$ 1 acima das referências citadas. Houve redução consistente, com a máxima agora no R$ 106 ap no relatório de preços regionais do CEPEA.

O diferencial de base do boi de GO x SP está começa a abrir, aproximando-se de – R$ 9,00/@, e o diferencial de vaca GO x boi GO em -6,5% (estável por ora).

Nada aponta para um cenário diferente da manutenção do BEEFRADAR em:“estabilidade(55%)/queda leve (45%)”.

3)      HORA DO QUILO:

As coisas da economia são percebidas no dia a dia da gente… Eu estava esta semana na fila do caixa eletrônico do BB e vi vários Haitianos que vieram para trabalhar em um frigorífico próximo a Jussara-GO. Estamos no BR em pleno emprego, com níveis de desemprego baixíssimos, enquanto que aquele País… Parece que a indústria está indo mais longe para resolver seu problema. Historicamente ia para o Nordeste recrutar pessoas. Agora, tem que andar mais.

Ouvi também um espanhol na padaria reclamando que só porque trabalha no Brasil há mais de 3 meses ininterruptos, acabara de perder seu direito à saúde pública da Espanha… Ajustes na Europa. Todos ouvimos falar, mas ter escutado este relato foi interessante ver como a coisa está em andamento. É fato! Medidas amargas sendo tomadas.

4)      O LADO “B” DO BOI:

4.1. Eu já sabia…

Eu, você, todos nós… Os primeiros números da exportação de 2014 são positivos. E a expectativa é de mais um ano de recordes. Em 2013, em 11 dos 12 meses do ano foram batidos os recordes mensais de faturamento, encerrando o ano com 13,9% de aumento de receita e com 19,4% de aumento de volume exportado frente a 2012. A carne bovina brasileira representa 2,5% de toda a exportação do Brasil.

E o mais surpreendente: nosso maior comprador tornou-se HONG KONG, seguido por Rússia, EU, Venezuela, Egito, Chile, Irã, EUA, Argélia e Israel. Estes países são os nossos maiores clientes, olho atento neles.

E olha que para acabar de melhorar para a gente, a Austrália continua enrolada com seca e os EUA sofreram muito com o frio, já a ponto de impactar o preço do bovino.

4.2. O frango

O pessoal do frango prevê um ano de oferta x demanda bem ajustada com aumento de 7% no consumo interno e 2,5% nas exportações, contrastando com aumento de apenas 3 a 4% na produção, de modo que o mercado interno pode até mesmo pressionar os preços do mercado externo, pois o Brasil é o maior exportador do mundo… Isto é muito positivo para o boi…

4.3. Boi em queda… Queda??

O boi caiu? Ou apenas escorregou?

O que estamos vendo no mercado é exatamente o que foi pontuado aqui na semana passada, ou seja, após nove semanas de alta, é completamente normal uma curva da arroba para baixo, já esperada de dezembro para janeiro.

Esta queda da @ está um pouco calçada na relativa melhora da oferta de bois (vista até quarta da semana passada) mas também pela consistente dificuldade de se manter a venda de carne nos patamares de final de dez/início de jan, que são os patamares recordes da história, ao menos em termos nominais.

Temos a certeza de que a carne está “pesando” mais que a oferta para a queda da arroba, tanto é verdade que se comparando o início da semana passada com o início desta, vemos que:

- as escalas estão mais curtas em SP/MS (tem indústrias ainda para dentro da semana, sendo que só GO e MG estão mais tranquilos de oferta. MT e PA tem oferta muito complicada neste momento)

- a oferta piorou no recuo de preços (de quarta/quinta em diante, principalmente em SP)

- a carne está realmente decisivamente pior que a semana anterior (do pico histórico de 06/jan que foi R$ 7,89/kg, a carne caiu 5,83%, enquanto que a arroba caiu 1,36%). Só lembrando que a queda da carne pode ser ainda maior que isto, considerando a média de 5 a 15% de queda que ocorre normalmente entre dez e jan, segundo informações de alguns colegas.

Portanto, sem desespero. Está no “script” do comprador de boi esta pressão, mas finalizo com a frase de um deles: “a pressão existe, mas tá difícil surtir efeito”. Portanto, o boi apenas escorregou e não caiu ainda.

Até o próximo, se assim Deus permitir…

rodrigo albuquerque
Compartilhe:


Mais sobre Links:



Páginas: 12


Home | A Região | Aprova | Projetos | Eventos | Associados | Notícias | Artigos | Classificados | Galeria de fotos | Vídeos | Parceiros | Fale Conosco
   © 2017 - Associação dos Produtores do Vale do Araguaia | Todos os direitos Reservados. Produzido por Web Criações