Home » Artigos

Atualizado em 18/11/2013 às 11:11

NOTÍCIAS DO FRONT - "NATAL DO PEÃO OU DO PATRÃO?"

NATAL DO PEÃO OU DO PATRÃO? (Edição de 17/nov/13 a 23/nov/13)

Por  em 18 de novembro de 2013

NOTÍCIAS DO FRONT

 

A pecuária Goiana e Brasileira em uma visão de curto, médio e longo prazo, escrita

por quem a vive e precisa de repostas imediatas (Edição de 17/nov/13 a 23/nov/13)

 

Ao inigualável exército de iguais,

 

Já deu para perceber que o velho e bom Noel voltou. As luzinhas nas ruas, os enfeites nas casas, o panetoni (já a semanas) nas prateleiras dos supermercados… Agora, faça o seguinte: dê uma olhada na sua “folhinha”… E pense. Ela poderá te trazer boas perspectivas para dezembro…

 

1)      Como está o nosso teto (SP/MS)?

Em cima da mosca o status do BEEFRADAR das últimas semanas, ou seja, estabilidade ou alta leve. Esta semana a alta foi leve mesmo, igual a uma pluma: o indicador BMF da arroba de SP à vista iniciou a semana passada em R$ 108,40 (de R$ 107,00 a R$ 110,00) e acabou em R$ 108,59 (de R$ 107,00 a R$ 110,00). Boi estável, portanto.

A maioria dos negócios está girando por volta dos R$ 108/@ em SP e ao redor dos R$ 104/@ no MS.

As escalas estão confortáveis, mas não muito longas, ficando por volta de uma semana. Com algumas exceções, a semana se iniciará com quase nada de espaço para abate até o dia 22/nov.

Segue, portanto, o status do BEEFRADAR para: “estabilidade(80%)/alta leve(20%)”.

 

2)      E aqui, na terra do pequi?

Para GO, podemos repetir sem qualquer receio os tópicos que elencamos como a foto do mercado na semana passada. São eles:

- dicotomia entre necessidade de compra por parte de indústrias “com e sem” o boi de termo;

- a oferta no mercado spot é pouca;

- a base balcão reflete a heterogeneidade e continua entre o R$ 98-100av x R$ 100-102ap (com ágio EU adicional de R$ 1/@);

- escala perto uma semana de “boi agendado”

Aqui, quase todas as indústrias, do mesmo modo que SP, já tem boi escalado até o dia 22/nov. Algumas plantas ainda precisam de um pouco de boi para preencher algumas lacunas da semana, enquanto outras, já começam a avançar a semana seguinte, marcando boi para os dias 25 e 26/nov.

Pelo visto, este ano o boi de GO “tá meio brigado” com o de SP. Não quer chegar perto de jeito nenhum. O diferencial de base SP x GO está entre -7 e -8%. Não teremos o boi de GO com deságio de -3%, como tivemos nos últimos 5 anos. Ruim para “o comedor de pequi” que vende boi…

Uma coisa interessante é o diferencial de vaca x boi. Está ao redor de -5%. E não abre mais. O que escancara que ainda não há oferta de animais gordos via pasto por ora.

Com isto, caprichosamente deixamos o BEEFRADAR em: “estabilidade(80%)/alta leve (20%)”.

 

3)      Hora do quilo (para “refrescar a cuca”): para pensar: novembro é o mês ideal para você obter a sua curva de vendas da próxima safra, a safra bovina 13/14. Safra? Sim, safra. E isto é fundamental para estabelecer o plano orçamentário do próximo ano. Como fazer isto? A resposta você terá no BeefSummit. Aguardem as novidades do Beefpoint e do Miguel Cavalcanti nos próximos dias…

 

4)      O que diz a nossa bola de cristal?

 

4.1. Uma régua…

Sabe qual o valor da arroba da praça de Goiânia, coluna 1 (av – relatório CDI) de quinta (14/nov)? Resp.: R$ 100,50 av. Pois bem, vejam:

- média dos últimos 10 pregões: R$ 100,64

- média dos últimos 20 pregões: R$ 100,62

- média dos últimos 30 dias (de 14/out a 14/nov): R$ 100,68

Uma régua, literalmente…

 

4.2. Outra régua, uma fábrica de réguas…

Vejam abaixo o mesmo raciocínio acima para o indicador ESALQ/BMF à vista, cujo fechamento de quinta foi R$ 108,59. É de impressionar:

- média dos últimos 10 pregões: R$ 108,22

- média dos últimos 20 pregões: R$ 108,09

- média dos últimos 30 dias (de 14/out a 14/nov): R$ 108,18

Vamos vender réguas???

 

4.3. Parabéns para você…

Na última segunda, dia 11/nov, festejamos (infelizmente) o aniversário de três anos do recorde nominal histórico da arroba do boi gordo no Brasil, o qual data de 11/11/10 (número cabalístico).

Lembram-se qual o valor naquele saudoso dia? Chamada oral… Tem que lembrar… Vou ajudar: R$ 117,18, av, para descontar o funrural (outro número cabalístico).

E aí, quando este recorde nominal será quebrado? Algo me diz que é em 2014… Anotem.

 

4.4. As previsões da folhinha…

Meus amigos, novembro já era para o boi. Nesta próxima semana certamente as escalas serão preenchidas até o dia 30. “Foi… Zé fini” para o mês 11. Então, que venha o mês de dezembro, afinal de contas o Noel está aí mesmo…

Fizeram o que eu pedi no início do texto? Deram uma olhada na “folhinha”? O mês de dezembro será muito, mas muito curto para você.

Para os seus bois não. Será o segundo mês da safra, e o seu boi estará comendo filet mignon todos os dias, desde que você tenha cuidado bem do seu pasto na seca… E estará te dando algo perto de 0,900 kg/d, consumindo um sal mineral de consumo de 0,05% do peso vivo. Esta é a nossa programação. O boi vai trabalhar duro, assim como o Noel.

Agora, quem não vai fazer nada mesmo em dezembro é o tal de “peão” e a patroa do patrão. Isto é o que chama atenção na “folhinha”… O fato é que o Natal e o Ano Novo serão na quarta-feira. Ou seja, duas semanas muito prejudicadas em termos de produção, seja lá o que esteja sendo produzido nesta época. Daí a expressão “Natal de peão”. A peonada (da fazenda e de chão de fábrica) ficará duas semanas muito folgada.

Pode até não ter muita oferta de boi gordo, mas vamos ter muito menos abate em dezembro por conta do excesso de feriados. Desta forma, vai ser um pouco mais fácil para comprador de boi gordo preencher o último mês do ano, que “acaba moralmente” no dia 20/dez. Mas não se engane, depois do dia 20/dez, uma sexta-feira, “quero ver sujeito comprar boi” em volume. Será difícil achar pecuarista nesta época. As patroas já programaram 15 dias na praia…

E tem mais. O ano de 2014 começará para valer apenas em 06/jan. Eles (frigoríficos) vão ter que comprar gado gordo para abastecer as escalas até 06/janeiro… Serão 16 dias corridos (entre o dia 20/dez e 06/jan) em que o volume de oferta será muito pequeno em função das festas de final de ano…

A bolsa prevê uma arroba aproximadamente R$ 1 a R$ 1,50/@ abaixo do preço atual para o final de dezembro. Mas, com o enxugamento dos estoques de carne em função dos abates reduzidos e de um melhor consumo, uma “subidinha da arroba” no final do ano (aliás, subidinha comum nos últimos anos) pode fazer o “Natal de Peão” virar um “Natal de Patrão”!

 

Até o próximo, se assim Deus permitir… 

 

rodrigo albuquerque
Compartilhe:


Mais sobre Links:



Páginas: 12


Home | A Região | Aprova | Projetos | Eventos | Associados | Notícias | Artigos | Classificados | Galeria de fotos | Vídeos | Parceiros | Fale Conosco
   © 2017 - Associação dos Produtores do Vale do Araguaia | Todos os direitos Reservados. Produzido por Web Criações